Blog Antissuborno
Qual o tipo de fraude digital mais comum no Brasil?

Qual o tipo de fraude digital mais comum no Brasil?

O tipo de fraude digital mais comum no Brasil é a fraude financeira, como os esquemas de pirâmide ou Phishing.

No entanto, há diversos tipos de fraude mais comuns no Brasil que são responsáveis por imensas perdas que, somente no primeiro trimestre de 2023, somam 365 milhões de tentativas de fraude, segundo matéria publicada no portão do Estadão.

Quer saber mais sobre fraude digital no Brasil? Siga com a leitura!

 

O que é uma fraude digital?

A fraude digital é um ato criminoso que ocorre no ambiente virtual, envolvendo manipulação, engano ou roubo de informações para obter benefícios ilícitos. Assim, esse tipo de fraude acontece de diversas maneiras, e as mais comuns são o roubo de identidade, o Phishing, a clonagem de cartões, dentre outras, visando obter vantagens ilícitas e prejudicar usuários, empresas e instituições financeiras.

 

Qual o tipo de fraude digital mais comum no Brasil?

O tipo de fraude digital mais comum no Brasil é o Phishing, o qual consiste em uma prática em que criminosos criam sites falsos que se assemelham a páginas legítimas, como bancos, lojas virtuais ou serviços online. Desse modo, os sites são projetados para enganar os usuários, induzindo-os a fornecer informações pessoais, como senhas, números de cartão de crédito e dados bancários.

O modus operandi desta fraude mais utilizado pelos golpistas é o envio de e-mails ou mensagens falsas, simulando serem de fontes confiáveis, solicitando que os usuários cliquem em links criados para capturar informações confidenciais, que são posteriormente utilizadas para cometer fraudes financeiras.

Assim, o Phishing é uma ameaça persistente, pois se aproveita da engenharia social para ludibriar as vítimas e a disseminação pode ocorrer por meio de e-mails, mensagens de texto, redes sociais e outros canais online. Portanto, a conscientização dos usuários é essencial para prevenir esse tipo de fraude.

 

Como identificar uma fraude na Internet?

Identificar fraudes na internet requer atenção aos sinais de alerta, ou seja, identificar erros de português em mensagens, solicitações de dados sensíveis por e-mail, URLs suspeitas, ofertas mirabolantes e mensagens inesperadas pedindo informações pessoais são indícios comuns de tentativas de fraude.

Além disso, a verificação de certificados de segurança, desconfiança de promoções muito vantajosas e a pesquisa sobre a reputação de lojas online também contribuem para a identificação de fraudes.

 

Como uma empresa pode identificar fraudes?

As empresas podem identificar fraudes por meio do uso de ferramentas e práticas específicas. Confira agora as que são mais comumente utilizadas:

  • Certificados de Criptografia: Utilização de certificados SSL/TLS voltados para a segurança das transmissões de dados online, protegendo as informações trocadas entre o usuário e o servidor;
  • Firewalls: Implementação de firewalls para monitorar e controlar o tráfego de rede, filtrando conteúdos maliciosos e protegendo contra acessos não autorizados;
  • Sistemas Antifraude: Utilização de sistemas antifraude que analisam padrões de comportamento, transações e atividades suspeitas para identificar possíveis fraudes;
  • Inteligência Artificial e Machine Learning: Aplicação de técnicas avançadas, como IA e Machine Learning, para analisar grandes volumes de dados, identificar padrões e comportamentos anômalos, e aprimorar continuamente a capacidade de detecção de fraudes;
  • Análise de Big Data: Utilização de análise de Big Data para processar e correlacionar grandes conjuntos de dados, identificando tendências e comportamentos que podem indicar atividades fraudulentas;
  • Due Diligence: Realização de uma diligência prévia sobre clientes, fornecedores e parceiros, verificando informações jurídicas, reputacionais, processos judiciais, entre outros, para identificar potenciais riscos;
  • Atualização de Softwares: Manutenção constante de softwares e sistemas, para que eles estejam sempre atualizados com as últimas correções de segurança para evitar vulnerabilidades;
  • Monitoramento de Stakeholders: Monitoramento de funcionários, clientes e fornecedores, para identificar comportamentos suspeitos e potenciais ameaças internas;
  • Compartilhamento de Informações: Colaboração com outras empresas, setores e instituições para compartilhar informações sobre ameaças e práticas fraudulentas, fortalecendo a capacidade coletiva de prevenção;
  • Auditorias Internas:  Realização de auditorias internas regulares para avaliar a eficácia dos controles de segurança e identificar possíveis falhas;

 

 

O que faz a área de prevenção a fraude?

A área de prevenção a fraudes geralmente utiliza certificados de criptografia, firewalls, sistemas antifraude, inteligência artificial, Machine Learning e análise de Big Data para analisar padrões de comportamento e detectar atividades suspeitas. Além disso, é comum a realização de uma Due Diligence, para buscar informações jurídicas e reputacionais sobre empresas e pessoas físicas e mitigar riscos, conforme mencionado anteriormente.

 

Quão importante é a prevenção de fraudes para as empresas e quais os impactos de não fazer?

A prevenção de fraudes é de extrema importância para as empresas, sob pena de resultar em prejuízos financeiros, danos à reputação e perda de confiança dos clientes.

Além disso, as empresas podem enfrentar ações judiciais, sanções regulatórias e a negativação de seus nomes. Por isso, investir em estratégias robustas de prevenção a fraudes protege os ativos da empresa e fortalece a relação de confiança com os clientes, o que é fundamental para o sucesso a longo prazo. Parte superior do formulário

Agora que você já sabe mais o tipo de fraude digital mais comum no Brasil, se você gostou desse conteúdo, deixe seu comentário e compartilhe com que ele possa ser útil!

Aproveite e leia nosso conteúdo sobre Fraudes Corporativas.

Gabriela Maluf

Founder & CEO da Thebesttype, empreendedora, escritora, advogada com 18 anos de experiência, especialista em Compliance Trabalhista, Relações Trabalhistas, Sindicais e Governamentais, Direito Público e Previdenciário, palestrante com mais de 200 eventos realizados e produtora de conteúdo técnico otimizado em SEO para sites e blogs. Atualmente ajuda empreendedores e profissionais liberais a crescerem digitalmente por meio de estratégias de Marketing de Conteúdo.

Curso de Auditor Líder

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.